enluarar-se: Aqui é lindíssimo, parabéns!

Obrigada meu bem♥

No fundo, mesmo lendo tanto, pensando tanto e filosofando tanto, a gente gosta mesmo é de quem é simples e feliz. A gente não se apaixona por quem vive reclamando e amassando jornais contra a parede. A gente se apaixona por esses tipinhos banais que vivem rindo. E a gente se pergunta: que é que ele tem que brilha tanto? Que é que ele tem que quando chega ofusca todo o resto?
Tati Bernardi.
de ilusão em ilusão
até a desilusão
é um passo sem solução
um abraço
um abismo
um
soluço
adeus a tudo que é bom
quem parece são não é
e os que não parecem são
Paulo Leminski.
Mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira.
— Legião Urbana
Escrevendo eu vou matando a dor que me mata e prendendo nas palavras a tristeza que prende o meu sorriso.
— Textificar 
Pude sentir o cheiro de merda e vomito, mas eu não tinha certeza de nada. Assim como se eu estivesse morto ou cego, tudo em volta se resumia a breu.
Eu não sabia se era madrugada ou 15 horas da tarde, apenas sabia que parecia que a ultima vez que havia visto o Sol havia sido outra vida.
Levantei e o cheiro apenas piorava, tateei até encontrar uma parede e então o botão da lampada. A luz quase me cegou, por um momento fiquei novamente desnorteado e voltei a me sentar na cama.
Quando consegui visualizar algo, o que enxerguei foram garrafas vazias de vinho, vodca, cerveja, e coisa e tal. Haviam muitas camisinhas usadas e eu cheirava a muitas coisas, tudo, menor rosas. Em minha perna estava presa uma calcinha de renda vermelha que eu não sei de onde veio.
Levantei, procurei uma cueca limpa, não achei, então coloquei um calção qualquer e abri a porta do apartamento.
La fora gritaria da minha vizinha mandando o marido embora de novo, buzinas, um trator demolindo a casa da esquina… E… Quanta luz.
A televisão estava quebrada no chão e havia papeis de caderno em cada canto, cada um rabiscado um pedaço de poesia a vulso,
Isso era a coincidência entre todos os poetas, todos tinham de uma vez na vida acordar tão desnorteados a ponto de não saberem quem são, mas não eram necessárias tantas camisinhas usadas e as gotas de sangue que encontrei no lençol.
I. Rumanski. 
Não estou triste, não estou nervosa, não estou de mal humor, não é isso, não é nada disso. Eu estou bem, isso tudo é só saudade. Não é tão constante, mas à noite, quando eu fico sozinha, olho pro céu, e a saudade bate. Me faz ficar pensando e repensando nos nossos momentos juntos, aí eu começo a imaginar se você também sente isso. Procuro sinais em todos os cantos, vejo fotos, vejo nossas antigas mensagens, lembro de conversas e só aumenta esse sentimento. Eu começo a me iludir por alguns instantes, então caio da minha nuvem de algodão e percebo que é tudo minha imaginação, é tudo criação do meu coração pra não parecer tão idiota eu estar pensando em você, eu estar vivendo isso sozinha. Aí, eu começo a me sentir mais idiota ainda… Mas de algum modo, pensar em você me faz tão bem. Mesmo bagunçando com todo o meu psicológico, minha alma fica em paz. E a ambiguidade desse sentimento está realmente acabando comigo.
Extinta.  
As relações humanas são estranhas. Quer dizer, você passa um tempo com uma pessoa, comendo, dormindo, vivendo e amando, conversando com ela, indo aos lugares – e, um dia, tudo acaba.
Charles Bukowski.  
Oração pelo mundo.

Que amem,
Amém.

Textificar.

Eu
Quero
Sentir estrelas
No céu de tua boca
E desenhar constelações
Com arranhões nas tuas costas
Aposta? Mesmo depois que a lua
Resolver dar lugar ao sol, amor
Serei ainda tua, nua no lençol
E não caberá em uma só lua
Será tão doce como mel
Só diz que me espera
Até a lua de mel.
Me espera
Até a
lua?
— Me espera até a lua? Textificar.   
Se amar é não desistir,
Porque tenho que desistir de ti
para me amar?
Para onde foi o amor?  

uma chuva torrencial
um vício preciso, um risco
na ponta língua um precipício
de palavras suicidas

Despedidas

Despedir nem sempre é partir
Vez ou outra, é pedido implícito
Sempre haverá um desesperado
Despedindo como quem quer ficar
Pedindo aos céus que não o deixes ir.
Textificar

Gosto quando se entrega pra mim. Quando demonstra que esta feliz por estar comigo, quando ri de qualquer coisinha besta que eu digo. Sei lá, isso me faz bem. Me faz pensar que você gosta dessa coisa de “estar junto”, e que nada mais te importa quando somos só você e eu.
Obviously, I love you.  
Eu guardei tantas coisas para mim, talvez isso tenha sido um erro. No entanto era preciso tomar decisões, fazer escolhas e no meio disso tudo eu escolhi você, pensar em como você estaria bem, escondi minhas lagrimas e criei sorrisos onde não havia felicidade, pois o seu sorriso era razão do meu. Seu bem estar era meu objetivo diário…Talvez você não saiba nada disso, mas foi minha escolha e hoje espero que você esteja sorrindo sempre, que esteja feliz, porque a sua felicidade é o mais importante.
Romantizar.